ARMOD | Arte Moda e Design

ARMOD | Arte Moda e Design

O Museu Carlos Costa Pinto foi o cenário da aula inaugural do projeto ARMOD – Arte, Moda e Design, desenvolvido pela artista plástica Maria Luedy em parceria com produtora cultural Sandra Galeffi, na tarde desta quarta-feira, 29. As aulas seguintes do ARMOD serão realizadas no Espaço das Oficinas do Museu de Arte Moderna da Bahia (MAM-BA). Entretanto, o primeiro módulo do curso acontece na Casa de Castro Alves, no Carmo, Centro Histórico, nesta quarta-feira, dia 5 de fevereiro.

Uma das idealizadoras do evento, Márcia Mello, que também é doutora em Arquitetura e Urbanismo pela UFBA e foi coordenadora do Curso de Especialização em Moda, Artes e Contemporaneidade da Unifacs entre 2009 e 2013, realizou a palestra Um Breve Olhar sobre as modas e as artes na contemporaneidade, abordando a moda e as artes como agentes responsáveis na indução de formas de pensar de um determinado tempo. Após a palestra, houve um debate com os alunos, no qual foi ressaltada a importância da pesquisa na áreas, além do estímulo para o descobrimento da identidade brasileira e criação de peças únicas.

Com duração de seis meses, o ARMOD será dividido em cinco laboratórios experimentais – ou Labs -, voltados para alunos selecionados que possuem nível técnico ou superior (em curso ou concluído) nas áreas de Arte, Moda ou Design. O time de orientadores reúne os estilistas Jefferson Ribeiro, Márcia Ganem e Miguel Carvalho, a designer de moda Karin Galvão, o artista visual, cenógrafo e figurinista Zuarte Júnior, além de Maria Luedy. Nos Labs, os profissionais vão orientar o desenvolvimento de coleções e produtos direcionados para a arte, a moda e o design, que serão expostos posteriormente, na conclusão do projeto.

Maria Luedy explicou que os Labs pretendem “trazer mais autenticidade tanto ao processo das ideias quanto ao processo do fazer”. O desenvolvimento dos laboratórios será de acordo com as necessidades dos trabalhos desenvolvidos pelos participantes. “Não temos uma fórmula do que vai ser, mas a ideia é que Arte, Moda e Design se unam para trabalhar o processo criativo, técnico e das relações das imagens que nos contaminam no dia a dia”, afirma. A proposta do ARMOD é funcionar como um ateliê de produção sem vínculos com empresas, voltado, exclusivamente, para a experimentação.
Os alunos mostraram bastante entusiasmo. A designer de moda Ana Luiza Pinheiro afirma que virá para Salvador todas as semanas, apenas para participar do ARMOD. “Eu moro em Feira de Santana e virei toda as quartas só para participar do projeto”, revela. Para Ana Luiza, o projeto será muito importante para o seu desempenho profissional. “A experiência de trabalhar com arte, design, e moda, ao mesmo tempo, é muito enriquecedora”, afirma. Jéssica Rezende também é formada em Design de Moda e fala das suas expectativas sobre o projeto: “vai agregar muito valor ao meu currículo, justamente pelo contato com grandes profissionais da área”, conta.

Arte, Moda e Design se relacionam constantemente e têm como ponto de convergência a criatividade. “No design de interiores, por exemplo, a gente precisa entender de moda para combinar os tecidos, saber quais são as tendências e, ao mesmo tempo, precisamos conhecer um pouco sobre arte, porque temos que utilizar obras de arte para passar um requinte ao ambiente decorado”, afirma Cintia Silva, participante do ARMOD e graduanda no curso superior de Decoração da Universidade Federal da Bahia (UFBA).

Fonte: Museo de Arte Moderna da Bahia