Inauguração da Casa

“A Casa de Castro Alves, abrindo suas portas para o mundo, convidou alguns artistas para refletir a ideia de liberdade, centro das inquietações do Poeta, nos tempos atuais trazendo para dentro de suas paredes, obras que provocam o visitante a pensar sobre as limitações e diferenças sociais atuais.
Castro Alves viveu sua infância ali, ao lado da Igreja do Passo, no centro da Cidade do Salvador, vivenciando o cotidiano dos passantes, das mulheres e homens negros e brancos, convivendo com diferenças de um mundo que lhe construiu uma mentalidade revolucionária e transformadora, já afirmando em sua época, que a felicidade social só é possível com a verdadeira igualdade entre todos.
Os artistas apresentam nesta mostra, obras que trazem a tona, questões da contemporaneidade vigilante e restritiva e sinaliza que entre o século XIX e XXI, discriminações e tratamentos desiguais ainda se arrastam tornando sua poesia um grito que ecoa atual e exige transformações urgentes e efetivas.
Castro Alves, poeta libertador, é inspiração para um país que busca em sua construção, compreender-se como uma terra exemplo de igualdade, liberdade e fraternidade para seu povo!”

Roaleno Costa

Curador